Seios Caídos: Causas e Tratamento

As mamas são extremamente importantes para a autoconfiança e para a sexualidade. Por estes motivos um tema que aflige inúmeras mulheres é a queda dos seios. Infelizmente as mamas de todas as mulheres estão fadadas a uma gradual queda com o passar dos anos. Algumas apresentam uma queda mais acelerada e precoce, outras mais lenta e tardia, mas invariavelmente todas terão, cedo ou tarde, seios caídos.

  
A queda das mamas é conhecida cientificamente como Ptose Mamária. Esta queda é decorrente da associação de dois fatores: flacidez da pele e redução de volume dos seios. Quando jovem, a mulher apresenta pele firme e elástica, além de um tecido mamário consistente e que preenche toda a mama. Porém, com o passar dos anos estas características se modificam.

A pele gradualmente  perde sua firmeza e elasticidade. Isto se deve à redução progressiva de elementos do tecido conjuntivo (fibroblastos, elastina e colágeno) presentes na pele, que inicia-se em média por volta dos 30 anos de idade. Some-se a isso o efeito de distensão que a gravidade ininterruptamente exerce sobre a pele dos seios e o resultado é uma progressiva flacidez da pele mamária.




A presença de estrias na mama é sinal de que a queda das mesmas tende a ser mais rápida, pois denotam falta de elasticidade da pele. Além disso, eventos como a gravidez e o ganho acentuado de peso podem acelerar este processo, uma vez que levam ao aumento do volume das mamas e, consequentemente, à distensão da pele para acomodar este novo volume mamário. Quando os seios diminuem, seja pela interrupção da amamentação, seja pela perda de peso, a pele dos seios pode não retrair o suficiente para adequar-se ao menor volume mamário, tornando as mamas flácidas.


O interior da mama, que é composto por glândula mamária (responsável pela produção de leite) e gordura, sofre uma redução progressiva de volume com o passar do tempo, fazendo com que os seios fiquem gradualmente "murchos". Além disso, na juventude há uma preponderância de glândula mamária, que é mais firme que a gordura, conferindo às mamas jovens seu aspecto "durinho" característico. Gradualmente a glândula mamária é substituída por gordura, processo chamado de lipossubistituição,  acarretando em um "recheio" cada vez menos firme.


O tratamento da queda das mamas é eminentemente cirúrgico e é realizado através da correção de uma ou ambas as causas anteriormente mencionadas: redução de volume dos seios e flacidez da pele.

Nos casos em que há uma queda pequena a moderada das mamas, onde a flacidez da pele não é muito importante, pode-se realizar o levantamento dos seios simplesmente através da inclusão de próteses de silicone. Desta forma corrige-se a redução do volume mamário, proporcionando mamas com maior consistência e com maior preenchimento da pele que as envolve, promovendo assim o levantamento dos seios. Além de ser uma cirurgia mais simples, o levantamento das mamas através da inclusão de implantes de mama apresenta a vantagem de ser realizada através de pequenas incisões na pele, da mesma forma em que uma mamoplastia de aumento comum. Para saber mais sobre as vias de acesso na cirurgia de aumento das mamas clique aqui.

Quando há uma flacidez importante e a paciente apresenta um bom volume mamário, o levantamento dos seios é realizado por meio da correção desta flacidez, através da retirada da pele mamária em excesso. Denominada Mastopexia, esta cirurgia proporciona a ascensão da mama ao readequar a quantidade de pele ao volume mamário. A mastopexia pode ser realizada através de cortes apenas ao redor da aréola, ao redor da aréola e na vertical e ao redor da aréola com "T" invertido.  Quanto maior a flacidez da pele, maiores serão as cicatrizes necessárias para que a mastopexia seja realizada com sucesso.


Frequentemente associamos a retirada de pele das mamas à inclusão de uma prótese de silicone na cirurgia de correção de seios caídos. Esta associação ocorre quando a paciente, além de levantar as mamas, também deseja aumentá-las. A grande vantagem desta associação é a diminuição da extensão das cicatrizes necessárias para realizar a mastopexia, uma vez que há uma redução do excesso relativo de pele em relação ao novo volume mamário.

Assuntos Relacionados:

Cirurgia Plástica da Mama

- Flacidez

- Estrias 

21 comentários:

Anita disse...

Boa tarde, Dr!
Em primeiro lugar, parabéns pelo blog! Estou pesquisando cirurgiões para colocar prótese de silicone. No meu caso, segundo os especialistas, terei que fazer uma retida no excesso de pele (que está bem flácida) e colocar a prótese, fazendo uma cicatriz em T invertido. A questão que gostaria de colocar em pauta e obter a sua opinião são os valores. Incluindo a prótese, esses valores variam de R$ 4.000,00 a 7.000,00. Gostaria de saber se encontro um bom especialista no Rio de Janeiro que tenha um preço aproximado a esse. Se puder me indicar algum, agradeço.
Att.,
Anita
(watkinsassessoria@gmail.com)

Dr. Carlos André Meyer disse...

Cara Anita

Seu comentário foi respondido por e-mail conforme solicitado.

Att,

Anônimo disse...

meu nome é Hellen,tenho 17 anos e meus seios são flácido e consequentemente caídos não queria me sugeitar a por silicone acho que sou nova e não queria já que meus seios são um pouco grandes não muito mas um tamanho um pouco elevado queria uma dica para saber o que eu posso fazer para resolver meu problema muito obrigada adorei o blog
a resposta agradeceria se fosse por email(hellen_abreumenezes@hotmail.com)

Dr. Carlos André Meyer disse...

Cara Hellen

Seu comentário foi respondido via e-mail conforme solicitado.

Att,

Neusa Fiesta disse...

Caro Dr Carlos André:

Nada posso dizer acerca de suas habilidades enquanto cirurgião plástico pois não as conheço- infelizmente! Mas, como blogueira que sou eu lhe digo: seu Blog é maravilhoso, tanto em conteúdo quanto em beleza. Adorei, simplesmente! Espero, em breve, poder avaliar seu trabalho como cirurgião; já fui muito bonita mas, meu prazo de validade de beleza está expirado...kkkkkkkk

Um grande abraço e Parabéns pelo Blog!

Neusa Fiesta disse...

Caro Dr Carlos André:

Nada posso dizer acerca de suas habilidades enquanto cirurgião plástico pois não as conheço- infelizmente! Mas, como blogueira que sou eu lhe digo: seu Blog é maravilhoso, tanto em conteúdo quanto em beleza. Adorei, simplesmente! Espero, em breve, poder avaliar seu trabalho como cirurgião; já fui muito bonita mas, meu prazo de validade de beleza está expirado...kkkkkkkk

Um grande abraço e Parabéns pelo Blog!

Dr. Carlos André Meyer disse...

Olá Neusa

Muito obrigado pelos elogios ao blog.

Um grande abraço para você também.

Simone Rocha disse...

Oi Dr.Carlos estou analisando a hipótese do implante de silicone, mas tenho dúvidas em relação a amamentação...ainda não tenho filhos e gostaria de saber se posso realizar a cirurgia e depois de uns 4 anos engravidar e amamentar sem ter problemas com a prótese...tenho medo pois os seios com a prótese já estarão grandes e mais o volume de leite com a amamentação...pode ser complicado??? tem algum problema... agradeço se me responder...este é eu email- simone_sr18@hotmail.com...Muito grata.

Simone Rocha disse...

Oi Dr.Carlos estou analisando a hipótese do implante de silicone, mas tenho dúvidas em relação a amamentação...ainda não tenho filhos e gostaria de saber se posso realizar a cirurgia e depois de uns 4 anos engravidar e amamentar sem ter problemas com a prótese...tenho medo pois os seios com a prótese já estarão grandes e mais o volume de leite com a amamentação...pode ser complicado??? tem algum problema... agradeço se me responder...este é eu email- simone_sr18@hotmail.com...Muito grata.

Dr. Carlos André Meyer disse...

Cara Simone

Seu cometário foi respondido via e-mail conforme solicitação.

Att,

Gisele disse...

Olá doutor, tenho 18 anos, sou magra mas tenho os seios grandes, ficam meio separados e caídos, qual a melhor forma pra melhorar? E existe algum outro meio sem ser a cirurgia?
Obrigda.
gihramos.caxu@hotmail.com

Dr. Carlos André Meyer disse...

Cara Gisele

Seu cometário foi respondido via e-mail conforme solicitado.

Att,

Marcelle Sodré disse...

Dr Carlos Andre,boa noite!
Tenho 28 anos e 2 filhos,tenho seios muito grandes,por conta disso, ñ durmo direito,minhas costas doem muito,o sutiã corta meus ombros, e no calor,ah! minha pele embaixo dos seios fica assada!Sofro muito com isso,preciso fazer uma mamoplastia redutora urgente! mas ñ tenho condições de pagar,como faço?tem algum hospital no rio que faz pelo sus? se tem ,qual vc me indica? por favor responda no meu e-mail: jonadani@yahoo.com.br

Anônimo disse...

olá Dr ,eu era gordinha fiz dieta emagreci, só que meus seios ficou muito flácidos ,qual o melhor tratamento para mim fazer ate eu pagar uma mastopexia.

Dr. Carlos André Meyer disse...

Cara Anônima

Infelizmente uma vez flácidos, não há nada que se possa fazer para melhorar substancialmente as mamas.

O que se pode é prevenir uma maior queda dos seios, através de uma boa alimentação, prática de exercícios físicos com ênfase nos membros superiores, uso constante do sutien e cuidados com a pele dos seios.

Att,

Beatriz disse...

Olá Dr.
Tenho 17 anos e meus seios são caidos mas não flácidos.
O que posso fazer para levanta-los ?
Biazynhamoura@yahoo.com.br

Dr. Carlos André Meyer disse...

Cara Marcelle

Seu comentário foi respondido via e-mail conforme solicitado.

Att,

Adriana disse...

Olá Doutor!
Tenho 30 anos e meus seios são grandes, caídos e flácidos. a mamoplastia redutora é a única solução para deixá-los mais empinados e firmes ou não tem como garantir esse resultado? Posso apenas conseguir uma melhora no aspecto, mas não na firmeza com a cirurgia?

hair estyler Rosely disse...

oi. boa tarde sera que vc teria como me indicar um bom cirurgião que faça otoplastica . e se eles atentente sem cobrar consulta e se parcela a sirurgia cheque ou cartão. e se tambem aceita exames feito pelo convenio. roselynascymento@hotmail.com

Dr. Carlos André Meyer disse...

Cara Beatriz

Seu comentário foi respondido via email conforme solicitado.

Att,

Dr. Carlos André Meyer disse...

Cara Adriana

Não é possível dizer que resultado esperar de uma mamoplastia no seu caso sem examiná-la. Espero que compreenda.

Att,